workflow digital implantes dentários

Workflow Digital em Tratamentos de Implantes Dentários

Medicina Dentaria Digital

A integração de tecnologias digitais na prática dentária leva a mudanças fundamentais no diagnóstico, planeamento e tratamento do tratamento. Hoje, o impacto de hardware e software avançados é perceptível, por exemplo. na odontologia restauradora e de implantes dentários, bem como na ortodontia.

Actualmente estima-se que apenas 15-30% dos médicos dentistas utilizem este tipo de tecnologia, a comunidade de utilizadores têm uma tendência natural para aumentar.

Os procedimentos com implantes dentários são talvez os que mais utilizam a tecnologia digital, as ferramentas actualmente ao nosso dispor permitem fazer um melhor diagnostico, planeamento e ajudam claramente na própria intervenção, actualmente as tecnologias digitais fazem parte do dia-a-dia da nossa clínica.

1º Impressões digitais

Actualmente na primeira consulta fazemos uma recolha de dados que composta por uma TAC/CBCT do paciente, impressões digitais (3D), Rx, fotografias de face (extra-oral) e dentária (intra-oral).

Actualmente os digitalizadores conseguem impressões muito úteis para iniciar o planeamento dos nosso casos.

2º Enceramento/Mock-up

O enceramento diagnostico permite fazer um rápido protótipo/maquete  do tratamento final. A partir deste protótipo conseguimos fazer dentes provisórios, guias cirúrgicas, estudar a posição final dos dentes  numa reabilitação estética, entre outros

3º Impressões 3D

Com o recurso as impressoras 3D conseguimos imprimir as guias cirurgias, modelos, goteiras oclusais, moldeiras individuais e outros

4º Tomografia Computadorizada

Dispomos actualmente na clínica dentaria de um CBCT (cone beam computei Tomography), em comparação com os Tac’s convencionais conseguimos imagens de TAC com menor dosagem e menor tempo de radiação.

5º Software de Planeamento de Implantes Dentários

O primeiro software de planeamento em implantes dentários surgiu em 1988, desde então têm evoluído de forma significativa e actualmente conseguimos preparar a zona de colocação dos implantes dentários com grande exactidão  desde a localização, angulação e profundidade.

Estes softwares permitem prever o volume, densidade óssea e espaço de restauração, conseguimos inclusivamente construir a prótese provisória antes da colocação dos implantes dentários.

Além de todas estas mais valias conseguimos identificar estruturas anatómicas importantes como nervos, seio maxilar e dentes vizinhos com mais precisão tridimensional.

Permite-nos planear o tipo de implante que vamos colocar e a prótese provisora antes da própria intervenção facilitando desta forma a intervenção cirúrgica e a confecção da prótese.

6º cirurgia Guiada

Após todo o planeamento digital é possível “tranferir” esta informação para o paciente através de uma guia cirurgia impressa em uma impressora 3D  aqui na própria clínica.

Uma vez produzidas as guias, os benefícios para o clínico e para o paciente são significativos.

Comparado à cirurgia à mão livre, foi demonstrado que o uso de um modelo cirúrgico gerado por computador reduz significativamente a chance de erro posicional no momento da colocação do implante.

Arisan e cols.  relataram uma probabilidade de erro de 6%  ao colocar implantes dentários  com recurso a uma guia cirúrgica e 88% de probabilidade com uma abordagem à mão livre. Esses benefícios combinam-se para permitir maior precisão na colocação do implante e maior simplicidade restaurativa.

Os benefícios não se limitam ao médico dentista, para os pacientes têm grandes vantagens: diminui significativamente as complicações intra e pós-operatórias (incluindo dor), evita retalhos muito extensos o que melhora o conforto do paciente e a cicatrização.

  1. Planeamento do caso
  2. Comunicação com o laboratório
  3. Confecção de próteses provisórias
  4. Confecção de próteses definitivas (deixou de ser necessário na maior parte dos casos o recurso aos “clássicos” moldes utilizados em Medicina Dentária)
  5. Impressão de guias cirúrgicas (utilizada em praticamente todos os casos)

Temos actualmente na clínica tudo o que é necessário para o tratamento dentário digital, a clínica muniu-se dos equipamentos necessários para permitir um workflow digital funcione em plenitude. Actualmente é possível fazer todo o tratamento de reabilitação com recurso a tecnologia digital:

  1. Iniciamos o planeamento do caso com a digitalização (3D) da boca do paciente
  2. Fazemos a maquete do caso feita  na própria clínica
  3. Com recurso a uma impressora 3D fazemos a impressão daquele
  4. No laboratório é feita a produção da cerâmica
  5. Colocamos directamente em boca

Tags

Categorias

workflow digital implantes dentários

Workflow Digital em Tratamentos de Implantes Dentários do Analógico ao Digital

Medicina Dentaria Digital

A integração de tecnologias digitais na prática dentária leva a mudanças fundamentais no diagnóstico, planeamento e tratamento do tratamento. Hoje, o impacto de hardware e software avançados é perceptível, por exemplo. na odontologia restauradora e de implantes dentários, bem como na ortodontia.

Actualmente estima-se que apenas 15-30% dos médicos dentistas utilizem este tipo de tecnologia, a comunidade de utilizadores têm uma tendência natural para aumentar.

Os procedimentos com implantes dentários são talvez os que mais utilizam a tecnologia digital, as ferramentas actualmente ao nosso dispor permitem fazer um melhor diagnostico, planeamento e ajudam claramente na própria intervenção, actualmente as tecnologias digitais fazem parte do dia-a-dia da nossa clínica.

1º Impressões digitais

Actualmente na primeira consulta fazemos uma recolha de dados que composta por uma TAC/CBCT do paciente, impressões digitais (3D), Rx, fotografias de face (extra-oral) e dentária (intra-oral).

Actualmente os digitalizadores conseguem impressões muito úteis para iniciar o planeamento dos nosso casos.

2º Enceramento/Mock-up

O enceramento diagnostico permite fazer um rápido protótipo/maquete  do tratamento final. A partir deste protótipo conseguimos fazer dentes provisórios, guias cirúrgicas, estudar a posição final dos dentes  numa reabilitação estética, entre outros

3º Impressões 3D

Com o recurso as impressoras 3D conseguimos imprimir as guias cirurgias, modelos, goteiras oclusais, moldeiras individuais e outros

4º Tomografia Computadorizada

Dispomos actualmente na clínica dentaria de um CBCT (cone beam computei Tomography), em comparação com os Tac’s convencionais conseguimos imagens de TAC com menor dosagem e menor tempo de radiação.

5º Software de Planeamento de Implantes Dentários

O primeiro software de planeamento em implantes dentários surgiu em 1988, desde então têm evoluído de forma significativa e actualmente conseguimos preparar a zona de colocação dos implantes dentários com grande exactidão  desde a localização, angulação e profundidade.

Estes softwares permitem prever o volume, densidade óssea e espaço de restauração, conseguimos inclusivamente construir a prótese provisória antes da colocação dos implantes dentários.

Além de todas estas mais valias conseguimos identificar estruturas anatómicas importantes como nervos, seio maxilar e dentes vizinhos com mais precisão tridimensional.

Permite-nos planear o tipo de implante que vamos colocar e a prótese provisora antes da própria intervenção facilitando desta forma a intervenção cirúrgica e a confecção da prótese.

6º cirurgia Guiada

Após todo o planeamento digital é possível “tranferir” esta informação para o paciente através de uma guia cirurgia impressa em uma impressora 3D  aqui na própria clínica.

Uma vez produzidas as guias, os benefícios para o clínico e para o paciente são significativos.

Comparado à cirurgia à mão livre, foi demonstrado que o uso de um modelo cirúrgico gerado por computador reduz significativamente a chance de erro posicional no momento da colocação do implante.

Arisan e cols.  relataram uma probabilidade de erro de 6%  ao colocar implantes dentários  com recurso a uma guia cirúrgica e 88% de probabilidade com uma abordagem à mão livre. Esses benefícios combinam-se para permitir maior precisão na colocação do implante e maior simplicidade restaurativa.

Os benefícios não se limitam ao médico dentista, para os pacientes têm grandes vantagens: diminui significativamente as complicações intra e pós-operatórias (incluindo dor), evita retalhos muito extensos o que melhora o conforto do paciente e a cicatrização.

  1. Planeamento do caso
  2. Comunicação com o laboratório
  3. Confecção de próteses provisórias
  4. Confecção de próteses definitivas (deixou de ser necessário na maior parte dos casos o recurso aos “clássicos” moldes utilizados em Medicina Dentária)
  5. Impressão de guias cirúrgicas (utilizada em praticamente todos os casos)

Temos actualmente na clínica tudo o que é necessário para o tratamento dentário digital, a clínica muniu-se dos equipamentos necessários para permitir um workflow digital funcione em plenitude. Actualmente é possível fazer todo o tratamento de reabilitação com recurso a tecnologia digital:

  1. Iniciamos o planeamento do caso com a digitalização (3D) da boca do paciente
  2. Fazemos a maquete do caso feita  na própria clínica
  3. Com recurso a uma impressora 3D fazemos a impressão daquele
  4. No laboratório é feita a produção da cerâmica
  5. Colocamos directamente em boca

Tags

Categorias

Marque agora a sua consulta

Contactos

Marque agora a sua consulta

Contactos